Romeu/ dezembro 15, 2017/ Iluminação Profissional e Arquitetural

TEMPO DE LEITURA ESTIMADO: 7 MINUTOS

Com a popularização dos computadores, diariamente estamos vendo sua entrada em áreas diferentes e ficando cada dia mais próximos dos seres humanos, e fazendo parte de suas rotinas diárias, isso não seria diferente no universo da iluminação computadorizada, arquitetural, shows e mesmo eventos sociais.

Atualmente temos centenas, se não milhares de softwares para controle de equipamentos DMX disponíveis na internet. Vamos falar de alguns deles, seus recursos e também a facilidade de operação e quantidade de recursos.

Antes de começar a falar dos softwares, primeiramente devemos falar que o DMX é o protocolo mais aceito como padrão para controle de equipamentos e seu método de comunicação é muito similar ao RS-485 usado na indústria em geral. Porém, nem todos os computadores possuem portas de comunicação nativamente instaladas então para se ter uma porta DMX no computador, devemos usar uma interface, essa é ligada ao computador através de uma saída USB (USB->DMX) ou mais facilmente através de uma porta de rede Ethernet, com o protocolo IP (ART-NET). A maioria dos softwares é compatível com ambos, e vamos focar nessa linha de software.

Plataforma Windows

Os softwares da plataforma windows, são os mais fáceis de encontrar e em sua maioria são gratuitos, bastando você instalar e ligar a sua interface. Os softwares mais comuns são:

FreeStyler Dmx que é gratuito, sem dúvida o mais poderoso, podendo ser baixado em http://www.freestylerdmx.be/ é escrito em inglês, e apoiado por grandes fabricantes de equipamentos como a SunLite, ETC, Eurolite entre outras. Possui compatibilidade com uma infinidade de interfaces, via USB, via ARTNET, e permite a criação de novos equipamentos e uma função importante é que ele é compatível com o SunLite Magic 3D onde você monta a iluminação num ambiente 3D e pode programar ou fazer ajustes sem estar próximo aos equipamentos. Via internet é até mesmo possível fazer ajustes ou operar o computador ligado aos equipamentos DMX. É voltado principalmente a iluminação de shows, eventos, festas e arquitetural.

– Chamsys Magic Q é outro gratuito, pode ser obtido em https://secure.chamsys.co.uk/ e que possui além de todos os controles de iluminação a possibilidade de uso de até 4 universos DMX, e de 4 universos de mapping pixel para controle de painéis de led. Também é compatível com uma enorme gama de interfaces e analogo aos softwares para DJ, este possibilita que interfaces de entrada sejam mapeadas para realizar as funções de mesas, a sensação é que você está operando uma mesa de verdade.

DMXControl como outra opção gratuita, disponível em http://www.dmxcontrol.de sua principal característica é a levesa, e simplicidade de uso, podendo ser controlado por controladoras, sequenciadoras midi, teclados de computador ou teclados midi, mouse e touchscreen, possui uma função para sincronizar a iluminação com áudio interna ou usar uma sincronização timecode externa muito precisa. Voltado mais aos light designers, permite a exportação de mapas de palco, mapas de endereçamento e dezenas de funções para light designers.

 – PC DIMMER mais um gratuito, disponível em https://www.pcdimmer.de/ que tem como principal funcionalidade o uso em teatro, automação residencial e controle de iluminação. Possui as características dos demais, é baseado no freestyler e tem as funções decomando de refletor e chasey mais aguçadas para uso teatral.

MADRIX este é um software pago, o demo pode ser visto em http://www.madrix.com/ e seu principal diferencial é o de controle de pixels para projeção de vídeos e fractais, praticamente em qualquer superfície. Utiliza interfaces próprias, mais é compatível com dezenas de outras comerciais.

Lumikit Show é gratuito, e pode ser baixado em http://www.lumikit.com.br/software-dmx-lumikit-show o seu diferencial é estar em português e ser desenvolvido no Brasil, possui ótimos recursos e é baseado no freestyler também, possui recursos para iluminação de efeitos bem vastos, algumas funções para uso em iluminação cênica e teatral, e alguns recursos para o controle de pixels e painéis, mais é focado no uso de iluminação para shows.

MAC Os

A plataforma MAC é conhecida justamente pela sua capacidade gráfica superior, e sem dúvida, os softwares para essa plataforma desenvolvidos de maneira nativa são superiores neste quesito, mais muitos softwares possuem versões para MAC também.

– Chameleon Lighting Software é nativo para a plataforma MAC, pago, porém com uma versão básica gratuita disponível e sem limitações. Na gratuita funciona análogo a um software para PC, na versão paga possui um visualizador 3D muito competente, e cheio de efeitos e recursos, entre outros permite a criação de equipamentos tanto nas fixtures como no ambiente 3D. Suas funções o tornaram líder no segmento de iluminação arquitetural e monumental, mais se dá bem em todos os ambientes. Quando no modo arquitetural tem funções praticamente criadas para esse tipo de operação, sendo muito fácil trocar todos os efeitos de uma iluminação arquitetural para o operador, pois possui modos de uso e interfaces diferentes para o designer e para o operador. Também é compatível com timecode e pode receber os programas de maneira remota via internet.

Temos também uma versão do Chamsys Magic Q disponível no MAC e outra do Lumikit Show ambos com os mesmos recursos e interface da versão nativa do windows.

Linux

O único software para linux com facilidade de uso e interface totalmente amigável é o Chamsys Magic Q disponível para várias versões como RPM, DEB que pode ser instalado sem maiores dificuldades. Um software Linux que também tem versões para Windows e Mac é o QLC+ (Quick Light Control), ele cumpre bem os requisitos de um controlador e possui código fonte aberto, podendo ser expandido.

Vamos da atenção também ao CUELUX desenvolvido em linux, com recursos que permitem integração com celulares, oque o torna ideal para iluminação arquitetural, ele pode ser usado como servidor de recursos para controlar de maneira centralizada toda a iluminação, e receber de diversos celulares ou tablets os comandos via rede, esse é seu diferencial.

iOS

Para iOS o destaque fica por conta do Brasileiro Lumikit Wifi que possui algumas limitações mais possui bastantes recursos, na minha opinião é ideal para espaços de eventos, deixando na mão de um responsável todo o controle da iluminação ambiente. Se utilizado de maneira correta e com os equipamentos corretos é possível gerenciar através dele desde o controle da iluminação ambiente, luzes de serviço, luzes decorativas até mesmo o sistema de ar-condicionado e ventilação e exaustão. Compatível somente com interfaces que rodam sobre IEEE-802.1 em redes Ethernet Wifi.

O LUMINAIR é um software que também só pode ser usado pelo Wifi e que possui recursos para controle de iluminação de shows, porém devido ao tamanho reduzido da tela dos Smartfones é um pouco complexo seu uso, e justamente por este tipo decontrole é um software mais pesado. Atende bem para pequenas festas caseiras.

LED REMOTE é pago, e tem recursos muito parecidos com o nacional, o que traz a desvantagem de ser em inglês, a diferença positiva é que permite que a interface esteja em qualquer universo na rede, mais só aceita 1 interface.

Android

Novamente o destaque fica por conta do Brasileiro Lumikit Wifi que possui algumas limitações mais possui bastantes recursos, na minha opinião é ideal para espaços de eventos, como já dito anteriormente.

Um software interessante é o ArtNet DMX Controller que tem a versão lite gratuita e a full paga, com alguns recursos a mais que não conheci pessoalmente. Muito similar ao mode de operar uma mesa DMX OPERATOR 192, que é sem dúvida a mesa mais utilizada de todas. Mantenho ele sempre a mão para testar a instalação de equipamentos novos, ele é muito simples de ser usado e configurado e por rodar em qualquer android tá sempre a mão. Não espere dele grandes recursos, mais é rápido muito leve e consome pouco do celular.

Na Google Play Store, tem centenas de controles gratuitos, com recursos diferentes, basta procurar por Art Net que centenas aparecem, alguns que possuem recursos interessantes são:
-ArtNet GURU permite criar formas geométricas com equipamentos de laser, de maneira muito fácil, cria até sequencias de letras.
-Aurora DMX, ideal para ajustar a cor em equipamentos de led diferentes, como a seleção de cor é feita por um colorpick basta clicar na cor e todos recebem o comando mesmo estando em canais diferentes.
-PixoutRemote perfeito para testar controladoras de pixel, daria até para rodar pequenas sequencias devido ao tamanho da tela, mais bem arrumadinho a interface.
-Light Rider é um app com carinha de jogo, porém, permite controlar scanners e moving ou pixel de maneira aleatória, ideal para deixar rolando em uma festa caseira até para controlar as luzes da pista.

Conclusão

Visto os recursos principais de cada software aproveite para escolher os que melhor você se adapta ou os que possuem melhores recursos pelo seu tipo de uso, e explore seus recursos.

Futuramente teremos mais artigos explorando cada um desses softwares, de maneira completa, com tutoriais de instalação e uso dos mesmos. Fique ligado.

 
Share this Post