Romeu/ dezembro 29, 2017/ Iluminação Profissional e Arquitetural

TEMPO DE LEITURA ESTIMADO: 3 MINUTOS

Primeiramente, o conector mais utilizado atualmente é o XLR de 3 pinos, fêmea e macho, respectivamente utilizados para saída de dados e entrada de dados. Onde os conectores são montados utilizando uma pinagem de PINO 1 Ligado a malha de aterramento, Pino 2 +Data VE, Pino 3 -Data VE (conforme visto na parte superior da imagem). Alguns equipamentos trabalham com inversão de polaridade +Data e -Data, para resolver este problema, basta interver a pinagem dos cabos, ligando uma fêmea a um macho, com os pinos 2 e 3 Invertidos. (conforme mostrado na imagem, cabo cross over na parte de baixo). O Cabo mais indicado é o cabo Par Trançado com malha de aterramento, com condutores vermelho e branco de 0,30mm e blindagem dupla em fita de alumínio e trança de cobra com no mínimo 85%.

O cabo DMX de sinal, transmite dados em alta-velocidade, portanto, seguir a recomendação do protocolo para a instalação do cabeamento, resulta em um sistema com menor propensão a erros de dados, o protocolo permite na sua especificação uso de no máximo 300 metros entre um aparelho e outro e no máximo 1200 metros da fonte original até o ultimo aparelho instalado na rede. Esta limitação, pode ser superada com uso de equipamentos auxiliares que veremos mais adiante.

Um dos pontos muito importantes, é a terminação, que é mostrada ao lado na figura, e consiste em um resistor ligado entre os pinos 2 e 3 de um conector XLR de saída. O Sinal DMX é um sinal RF (Radio Freqüência) de cerca de 250.000 Bits por segundo, e a não terminação de todos os cabos de sinal, sejam eles os de saída de uma rede ou um ponto livre de um spliter ou amplificador, ou seja, toda a ponta de saída de um cabo ou de um equipamento que estiver na rede deve possuir um terminador destes.

Ligação em Margarida (Daisy-Chain) usada na conexão de equipamentos DMX

Uma rede DMX deve possuir um limite de 32 aparelhos conectados em sequencia em um mesmo cabo, ou seja, MESA, SPLITTER, AP1, AP2, …, AP30,TERMINADOR utilizar mais de 32 aparelhos pode resultar em erro e problemas na série de aparelhos. A Distância máxima de um aparelho a outro é de 300 metros, e do inicio (mesa) até o AP30 ou o ultimo aparelho é de 1500 metros (isto é o que especifica o protocolo, praticamente no Brasil, onde as interferências elétricas e eletromagnéticas possuem limites maiores, essas distâncias devem ser bem reduzidas) e deve-se evitar instalar o cabeamento DMX próximo a geradores de ruídos como motores elétricos, dimmers analógicos, geradores de sinal de rádio, transmissores de radio e televisão, equipamentos para rede celular, filtros de RF e outros que possam produzir sinais RF.

Para ligar mais de 32 aparelhos, é necessário o uso de um splitter, que consiste em um aparelho que possui 1 entrada e 2 ou mais saídas e cada saída pode receber até 30 aparelhos, a distância de 1500 metros deve ser respeitada desde a mesa até a ponta de cada saída. Para aumentar essa distância de um aparelho a outro ou de uma série deve-se utilizar um amplificador dmx que recondiciona o sinal e permite que a partir dele seja ligado mais 32 aparelhos a uma distância de mais 1200 metros (o que ocorrer primeiro).

 
Share this Post